Polícia prende o último dos quatro suspeitos do sequestro e assassinato em Guarani

0
5295

As Polícias Militar e Civil de MG localizaram e prenderam, na madrugada desta terça-feira (27/12), o último dos quatro suspeitos do sequestro e assassinato de Otaviano José de Souza (56), natural de Rodeiro (MG).

José Carlos Meireles Constantino foi preso em Miragaia, distrito de Ubá, menos de 48 horas após cometer o crime, juntamente com outros 3 indivíduos, na cidade de Guarani, na noite do dia 25/12. O veículo EcoSport roubado da vítima também foi encontrado no local.

constantino-preso-em-uba

De acordo com informações do site Barbacena Online, Constantino é ex-soldado da EPCAR (escola Preparatória de Cadetes do Ar) e já estava condenado a 14 anos de prisão por matar um ex-colega de farda, em 2013. Constantino estava solto, sob indulto de Natal.

Otaviano José de Souza era empresário e acompanhava a filha, que trabalhava fazendo um show no bar Estação 30, em Guarani, na noite do dia 25. Ele foi levado pelos bandidos e ficou desaparecido até a noite de ontem (26), quando foi encontrado sem vida debaixo de uma ponte, em Araci, distrito de SJN.

ecosport-sr-otaviano

De acordo com a ocorrência da PM, a vítima foi encontrada com as mãos amarradas, sinais de agressão e com pelo menos uma perfuração ocasionada por disparo de arma de fogo.

Entenda o caso

Após o fim do show da filha, no Br Estação 30, em Guarani, enquanto guardava os equipamentos no carro, o empresário de 56 anos foi abordado pelos bandidos, que o renderam, sequestraram e fugiram levando o veículo e todos os equipamentos.

As imagens das câmeras de segurança do estabelecimento auxiliaram a polícia na identificação dos autores. Após intenso rastreamento, três foram presos em São João Nepomuceno ainda na segunda-feira (26), menos de 24 horas após o crime, em uma operação que mobilizou as polícias Militar e Civil de SJN e Ubá.

20161226_173740

O primeiro a ser preso foi “Roger”, detido em SJN por volta das 10h30 de segunda-feira. Em seguida foi a vez do elemento conhecido com Alex (Piruquinha), preso por volta das 15h. O terceiro, de nome Hélio, foi detido pelos policiais por volta das 16h30. Em sua residência, (Rua Joaquim Cláudio Chaves, bairro Cidade Nova) foram encontrados os equipamentos roubados.

Um taxista de São João Nepomuceno também foi detido, suspeito de ter realizado uma “corrida” com um dos autores e material do roubo do trevo de Descoberto até SJN. Após prestar esclarecimentos, o taxista foi liberado, mas seu carro ficou apreendido.

Os presos confessaram a localização onde teriam deixado a vítima. A princípio existia a esperança de que Otaviano estivesse vivo. Entretanto, no final da noite de segunda-feira (26), após um dos autores dar informações mais precisas, o corpo foi encontrado já sem vida, com as mãos amarradas e com sinais que confirmam a hipótese de homicídio brutal.

 

A perícia técnica esteve no local. Os autores do crime foram encaminhados para o presídio em Ubá e serão enquadrados por latrocínio, roubo seguido de morte.

Da redação

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Entre com seu nome por favor