Operário vence 15 de Novembro por 5 a 1 no primeiro jogo da semifinal do Máster

0
1350

O Verdão do bairro São José saiu na frente e venceu por 5 a 1 o 15 de Novembro de Rio Novo, na semifinal do torneio de Máster organizado pela Liga de Futebol de São João Nepomuceno. Jogo de volta será no próximo domingo(14) em Rio Novo.

Wágner(3), João Júnior(1) e Cadanha (1) marcaram para o Operário. Clóvis descontou para o time de Rio Novo.

Até os 25 minutos da primeira etapa, o encontro de gigantes não mostrou maiores emoções. A partir daí, o Operário se achou em campo, prevalecendo a harmonia de seu meio campo onde Róbson esteve perfeito como volante, pois, não se limitou a marcar um ou outro atacante.

Portanto, ele foi o marcador da entrada da área. Acompanhado de Edmar, sempre muito regular e dos meias Edinho(ex Vasco) e Adriano Felício (ex Botafogo). Wágner, em manhã inspirada, marcou 3 gols e desequilibrou a partida. O primeiro tempo terminou com o Operário vencendo pelo placar de 3×0, sendo dois gols do Wágner e 1 do zagueiro João Júnior.

Veio a segunda etapa e o panorama não mudou. Logo aos 3 minutos, depois de receber ótimo passe de Adriano, Wágner aumentou para 4×0. Mesmo perdendo por um placar elástico, o representante de Rio Novo não se entregou.

Aos 20 minutos, Clóvis diminuiu. Mas, aos 28 minutos, Cadanha que havia entrado no lugar de Wagner deu números finais a partida. Operário 5×1.

Vale destacar que o 15 de Novembro terminou o jogo diferente de como começou. Sinal que, se no próximo domingo, jogando em casa, ele se apresentar com a pegada do final desta partida, o Operário terá sérios problemas.
Vamos aguardar.

VÍDEO

 

No primeiro lance, Adriano Felício cobra escanteio, Alan Taxista resvala de cabeça e João Júnior abre o placar para o Operário. Em seguida, Róbson chuta forte de fora da área; Gabriel faz a defesa parcial e no rebote o artilheiro Wágner faz 2×0.

Clóvis assusta o goleiro Cristiano após finalizar de fora da área. A bola passou perto do ângulo direito. Não temos o terceiro gol do Operário, mas, vemos Wágner comemorando após finalização dentro da área.

Já no segundo tempo, Wágner chutou cruzado aumentando para 4×0, depois de ótimo passe de Adriano Felício que deixou o goleador na cara do gol. O time de Rio Novo não se entregou, e, após cruzamento de Gil, Clóvis quase marca de cabeça.

Em seguida Clóvis diminui para o 15 de Novembro. Mas, Cadanha aproveita ótimo cruzamento de Cássio e, num belo “sem pulo”, dá números finais a partida.

Ainda deu tempo para Dé chutar de fora da área para a bola explodir na trave de Cristiano. Final Operário 5×1 15 de Novembro.

FICHA TÉCNICA

Com arbitragem de Márcio Dias, auxiliado por Haroldo Souza e José Márcio, o Operário jogou e venceu com Cristiano; Mamede, Rogério, João Júnior e Léo Lélis(Cássio); Robson, Edmar(Eduardo Ituí), Edinho e Adriano Felício(Marquinho Souza); Wágner (Cadanha) e Alan Taxista. Técnico: Anderson ”Bezerrão” Mendonça.

O 15 de Novembro perdeu com Gabriel; Kléber(Júnior), Paulinho, Fernando e Tatinha; Fabrício(Gil), Tim Paraguaio, Poeta(Rodrigo) e Lívio; Melequinha(Dé) e Clóvis. Técnico: Bruno Nehmy.

A partida de volta será no próximo domingo(14) em Rio Novo e somente uma vitória interessa ao time de Rio Novo. O empate coloca o Operário na grande final.

Na outra semifinal, jogando em casa, o Cruzeiro de Taruaçu perdeu para o Social de Piraúba pelo placar de 4×3. Eles voltarão a se enfrentar, também, no próximo domingo(14) em Piraúba. Um empate classifica o Social.

Texto, video e edição: Nei Medina

Logo Blog Nei Medina

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Entre com seu nome por favor